Garoto da Amazônia peruana vence concurso de redação e realiza o sonho de conhecer o Prêmio Nobel Mario Vargas Llosa

Garoto da Amazônia

Às vezes os sonhos se realizam: aconteceu com esse menino da Amazônia peruana, Colber Ríos Ríos, que depois de vencer uma competição escolar com seu conto, expressou o desejo de conhecer seu mito, Mario Vargas Llosa, grande escritor, Dramaturgo e político peruano.

Nascido em uma família pobre da cidade de Santa Rosa, o jovem de 14 anos há muito tempo sonhava em conhecer pessoalmente o Prêmio Nobel de Literatura e, felizmente, desta vez, ele conseguiu realizar o desejo. Llosa, em sua recente visita a Lima, concedeu-lhe um encontro, durante o qual o adolescente pôde conversar com ele e expressar toda a sua admiração. Mas o rapaz não foi o único a ficar comovido: até o escritor se emocionou elogiando a grande inteligência dessa jovem promessa da literatura.

No conto, intitulado “Um mundo cego”, o protagonista, assim como Colber, frequenta uma escola com o nome do escritor peruano que mudou sua vida. Por meio do Twitter, a história chegou até Morgana, filha de Mario Varga Llosa, que a repassou para o pai. Ele, por sua vez, postou uma mensagem no YouTube sobre o menino:

“Esta é uma mensagem para Colber Ríos Ríos. Querido Colber, li com muita emoção esse texto tão bonito que você escreveu sobre seus primeiros anos. Me comoveu muito e quero lhe enviar, com esta mensagem, muitos desejos de que você tenha muitos êxitos em seus estudos. Sobretudo, tenho a esperança de que em algum momento possamos nos ver, nos encontrar e conversar. Te desejo o melhor. Um abraço muito forte de Mario Varga Llosa”. 

Por trás desse encontro especial está o programa governamental “Juntos”, comprometido em ajudar a família Rios desde 2009, garantindo-lhe não apenas alimentos, mas também saúde e educação, bem como o governo regional de San Martin, que arcou com as despesas da viagem de Colber em Lima junto com seu professor Marlon Nino.

Nessa ocasião, o Prêmio Nobel revelou ao jovem escritor que houve um tempo no Peru quando não era nada fácil viver escrevendo, porque certas profissões nem existiam, mas mantendo-se firme ele fez isso, demonstrando que os sonhos, mesmo quando parecem impossíveis, podem se realizar. Colber também foi convidado a ler sua história na Feira do Livro de Lima.

Talvez te interesse ler também:

AOS 91 ANOS, MANUEL BERNARDINO, UM IDOSO RECÉM-ALFABETIZADO, LANÇA LIVRO DE POEMAS

MAPA-MÚNDI LITERÁRIO: OS ROMANCES MAIS REPRESENTATIVOS DE CADA PAÍS QUE FARÃO VOCÊ VIAJAR SEM SAIR DO LUGAR

UM POÇO DE LIVROS COLORIDOS E SEM FIM: UMA INSTALAÇÃO DE INCRÍVEL ILUSÃO ÓTICA

greenMe.com.br é uma revista brasileira online, de informação e opinião Editada também na Itália como greenMe.it
Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!